Taxa de transmissão brasileira do coronavírus é a menor desde abril

De acordo com o novo levantamento do Imperial College de Londres, o Brasil continua oscilando na taxa de transmissão (Rt) da covid-19, mas com o fechamento da atual semana epidemiológica o país registrou o menor índice desde a intensificação da pandemia. A Rt está em 0,90, ou seja, cada grupo de 100 infectados transmite a doença para mais 90 pessoas.

Na semana passada, a taxa brasileira subiu para 1, ou seja, atingindo o limiar de descontrole. Até agosto, o Brasil chegou a ficar por 16 semanas consecutivas com Rt acima de 1, sendo o país da América Latina com mais longa permanência nos altos patamar de transmissão.  

Sem conseguir controlar o contágio, o status continua sendo considerado lento a estagnado, deixando o país no rol de países com a doença ativa. Atualmente, são 72 nações na lista, sendo que a situação brasileira é a 49ª pior. Isso significa que, em relação à avaliação anterior, o país melhorou 14 posições. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui