Para reduzir custos, Globo decide vender torres de transmissão

Nesta quarta-feira (1°), para tentar reduzir custos, a Globo fechou a venda de 17 torres de transmissão em diversas cidades do Brasil para a empresa IHS, que fica na Nigéria.

Segundo informações do site Notícias da TV, o objetivo da transação realizada pela emissora seria a arrecadação de dinheiro para investir em mais produções, mas também teria como foco a redução dos custos de operação.

O contrato deve começar a valer em janeiro, mas, mesmo após a venda, a emissora deve continuar usando os transmissores, ou seja, utilizando as torres para emitir seu sinal de TV aberta.

Junto com a venda das torres, a emissora adotou demissões e se desfez de 16 imóveis onde ficam parte das antenas.

O objetivo da Globo com a venda é reduzir em até 25% o que se gasta com essas operações. Ao Conselho de Administração de Defesa Econômica (Cade), a empresa confirmou que a decisão foi “uma oportunidade de desinvestimento de ativos, proporcionando a redução de custos com uma atividade secundária ao negócio principal”.

Apesar de o valor da venda ter ficado em sigilo no Cade, fontes no mercado informaram que uma transação do tipo não sai por menos de R$ 200 milhões. O conselho decidiu aprovar o negócio sem restrições por entender que a IHS tem apenas 20% de participação no mercado brasileiro de torres.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui