Papa Francisco diz que renúncia é uma opção: “A porta está aberta”

Ao fim de sua viagem ao Canadá, o papa Francisco comentou sobre uma possível renúncia ao cargo. O pontífice deixou claro que essa é uma opção, mas destacou que não pretende adotá-la no momento, frisando que seus planos, por ora, são seguir no posto. As declarações foram feitas em conversa com jornalistas no avião papal, durante seu retorno para Roma.

– A porta (à renúncia) está aberta, é uma opção normal. Mas até hoje eu não bati nessa porta. Não senti a necessidade de pensar nessa possibilidade. O que não quer dizer que daqui a dois dias eu não possa começar a pensar a respeito – explicou, segundo informações da BBC.

Aos 85 anos, o papa tem enfrentado dificuldades de mobilidade em razão de um problema de saúde no joelho. Ele esteve em uma cadeira de rodas durante boa parte de sua viagem ao Canadá, que incluiu uma extensa programação.

– Esta viagem foi intensa. Não acho que eu consiga continuar a viajar com o mesmo ritmo que antes, na minha idade, com as limitações deste joelho. Ou me poupo um pouco para continuar a servir a Igreja, ou preciso começar a considerar a possibilidade de sair – ponderou.

O pontífice assinalou que será guiado por Deus em tal decisão.

– Não é uma catástrofe mudar de papa, não é um tabu – avaliou.

Papa Francisco também revelou que pretende visitar a Ucrânia em breve, mas que antes buscará orientação médica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui