No Benfica, Jorge Jesus cita pandemia com um dos motivos para ter deixado o Flamengo

O ex-técnico do Flamengo, e atual do Benfica, Jorge Jesus, explicou na tarde desta quarta-feira (23), os motivos que o fizeram deixar o Flamengo e seguir rumo a Portugal. A pandemia do novo coronavírus ajudou na sua decisão, mas o projeto do Benfica o convenceu.

Em recente entrevista a um programa de TV português, Jesus revelou que permanecer no Flamengo por mais um ano fazia parte dos seus planos, e somente Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, podia fazer com que ele mudasse de ideia.

Houve vários fatores que me fizeram tomar a decisão. Primeiro a pandemia, segundo o projeto que o presidente do Benfica me expôs. Trabalhei seis anos com eles, ele me conhece bem, o projeto que ele tinha e tem é ambicioso. Estava fora da minha cabeça não continuar mais um ano no Brasil, só ele podia me fazer mudar de ideia. Aqui eu estaria mais perto dos meus, e seria sempre um suporte para a minha família. Claro que no Brasil não me faltava nada”, explicou.

Jorge Jesus também declarou que sempre foi uma pessoa orgulhosa em sua carreira, querendo subir mais e mais até o topo e conquistar títulos. “Comecei a treinar na terceira divisão, tive que subir todos os escalões para chegar até o Benfica e ser campeão pela primeira vez”.

Flamengo e Jorge Jesus conquistaram cinco títulos na passagem do português pelo clube carioca. Ao todo foram 43 vitórias sob o comando de Jesus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui