Goleiro Bruno e mais 19 atletas têm intoxicação alimentar

Vinte atletas da equipe de futebol Rio Branco, do Acre, entre eles o goleiro Bruno, ex-jogador do Flamengo condenado por homicídio, foram internados na madrugada deste domingo (18) por intoxicação alimentar.

Os jogadores passaram mal após jantar na noite desse sábado (17). Eles foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Bragança (PA), onde estavam hospedados, por causa da situação.

O Rio Branco jogaria na tarde deste domingo contra a equipe do Bragantino, do Pará, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, mas a partida foi adiada. O clube registrou um boletim de ocorrência.

“Casos mais agravantes são do goleiro Bruno, os zagueiros Wallinson e Paulinho e do meia Guilherme Campana”, detalhou a equipe acreana, em nota publicada na tarde deste domingo, em uma rede social.

Os sintomas apresentados pelos integrantes da delegação são náuseas, vômitos, febre e tontura. Os atletas chegaram a Belém (PA) na noite de sexta-feira (16), mas só passaram mal após o jantar desse sábado.

No total, a delegação do Rio Branco tem 24 pessoas. Quatro delas, os atacantes Cassiano e Vandinho, o treinador interino Walter Clay e o ídolo Chicão, não foram acometidas. Eles não jantaram na última noite.

O clube acreano ressaltou que, em nenhum momento, acusou o Hotel Ibis, onde estão hospedados desde sexta, o adversário da rodada, Bragantino, ou a população da cidade paraense.

“Realizamos um boletim de ocorrência notificando o ocorrido. Não cabe ao Rio Branco fazer qualquer acusação, somente o relato”, esclareceu o clube. A Polícia Civil do Pará (PCPA) e a Vigilância Sanitária apuram o caso.

“Chegamos a Belém na noite de sexta-feira e fomos muito bem recepcionados pelo hotel, não havendo nenhum problema até o fim da hospedagem, na manhã de sábado. Só temos elogios ao Íbis Hotel”, informou o time.
[12:29, 19/10/2020] Ariana Clécia: “Também informamos que não houve nenhuma acusação ao Bragantino e a qualquer membro do clube. Entendemos que o adiamento da partida também é prejudicial ao time paraense e temos profundo respeito com a instituição”.

“Também não houve críticas ou acusações aos cidadãos de Bragança. Pelo contrário. Fomos muito bem recebidos na cidade e não temos crítica alguma à população”, finalizou a equipe de futebol, na nota.

A partida entre Rio Branco e Bragantino foi remarcada para segunda-feira (19/10), mas poderá ser novamente adiada. O confronto vale a liderança do grupo – o time paraense está apenas um ponto à frente do adversário.

“O jogo foi adiado pela CBF [Confederação Brasileira de Futebol] para amanhã, porque os atestados médicos indicaram um dia de repouso a todos. Entretanto, a data ainda pode ser alterada”, ressaltou a equipe.

Fonte: Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui