Família de adolescente estuprada por Alemão teria desistido da queixa após receber dinheiro do estrangeiro

A família da adolescente, de 15 anos, que filmou o próprio abuso sexual cometido pelo empresário alemão Wolfgang Brog, de 75 anos, já havia registrado dois Boletins de Ocorrência contra o suspeito, mas desistiu de seguir adiante com a queixa após supostamente receber dinheiro do estrangeiro, segundo informações da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA).

Sobre o caso:

Autoridades desarticularam um esquema de exploração sexual de menores que era realizado em uma pousada localizada no meio da floresta amazônica, chamada de “Cheiro do Mato”.

Conforme informações, a pousada localizada no município de Novo Airão (115 KM de distância até Manaus), era comandada por um alemão que mora Brasil e oferecia adolescentes para realizarem serviços sexuais para seus hóspedes.

Quando o esquema veio à tona, o gringo se escondeu da polícia e encontra-se foragido. A matéria ganhou destaque na imprensa e uma reportagem especial feita pelo programa “Fantástico”, da rede Globo, irá ao ar neste domingo (21).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui