Deputado eleito com estrutura do TCE-AM tenta influenciar eleição municipal de Manaus

Manaus – O deputado estadual Fausto Jr que assumiu ainda este ano o diretório municipal do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), fez recentemente uma declaração polêmica ao informar que estava saindo do partido por não compactuar com o apoio declarado do PRTB ao candidato a prefeito David Almeida (Avante).

A atitude do deputado em sessão plenária na ALE-AM, não foi bem vista pela maioria dos parlamentares, que recebeu a declaração como uma surpresa. O fato é que Fausto Jr havia assumido o partido em agosto, e junto ao seu mentor, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), Josué Neto, destacaram o “temor a Deus”, o “conservadorismo”, a “pátria” e a “família” como a base do partido e da aliança que estavam firmando. Tudo para agradar a base direitista que fazem parte. O que aconteceu para Fausto Jr mudar de ideia repentinamente?

Segundo uma fonte que não quis se identificar com medo de retaliações, Fausto é uma peça importante no tabuleiro do ‘jogo do poder’, onde o principal propósito é inicialmente destituir o governador do estado, para que consequentemente os aliados de Fausto, o que não é novidade para ninguém, assumam o controle. Entre esses aliados estão Amazonino Mendes (Podemos), Josué Neto (PRTB) e Eduardo Braga (MDB).

O que poderia justificar a ascensão repentina de Fausto Vieira do Santos Júnior (PV), que era uma figura anônima, sem histórico ou referência política, repentinamente ocupar uma posição de destaque na oposição. As suspeitas recaem sobre o grupo que investe as fichas no deputado e também sobre a influência da mãe do deputado.

Fausto Jr é filho da conselheira e ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) Yara Lins, amiga e fiel aliada do então ex-governador, ex-prefeito e atual candidato a prefeito nas eleições municipais 2020 Amazonino Mendes. O que justifica todos os esforços de Fausto para tentar recolocar Amazonino no poder.

Denuncias feitas por um site em 2018, apontaram que a mãe do deputado, Yara Lins, que na época era presidente do TCE- AM, foi a principal responsável pela eleição de Fausto, que teria usado de seus “poderes” para conseguir chegar ao cargo atual. Yara foi acusada de pressionar os prefeitos dos interiores a apoiarem a campanha de Fausto, principalmente os que se encontravam com pendências financeiras, caso contrário, teriam suas contas reprovadas. Dessa forma, Fausto Jr foi eleito a deputado estadual pelo PV.

Outras evidências apontam o empresário Alexandre Castro Rabelo, como um forte aliado do deputado. O fato que comprova a afirmação é a do tempo em que Yara Lins, ainda como presidente do TCE-AM nomeou Alexandre Castro Rabelo, para um alto cargo no órgão, sem que ele apresentasse qualquer referência ou requisito que justificasse a nomeação.

Alexandre Rabello, prestador de serviços e ex-coordenador da campanha de Fausto, ao lado de Yara Lins, que na época era presidente do TCE- AM Foto: Reprodução / Redes sociais

Segundo fontes, Alexandre era o coordenador da campanha de Fausto, e sua nomeação fazia parte do acordo, como forma de pagamento pelo trabalho na campanha de Fausto.

Alexandre Rabello na campanha de Deputado de Fausto Junior Foto: Reprodução / Redes sociais

Outro fato que corrobora com a denúncia é fato de Alexandre Rabelo ser o proprietário de uma agência de publicidade e de um site de notícias, cuja a sede (uma mansão) está localizada em um endereço pertencente à Yara Lins, ex-presidente do TCE-AM, mãe de Fausto, comprovando assim, a ligação entre eles.

Publicação da empresa do empresário Alexandre Rabello que fica localizada na antiga residência de Yara Lins Foto: Reprodução

Outra informação diz que que Alexandre Rabelo teria ganho cargo, logo após ter sido exonerado do TCE-AM. O empresário foi nomeado por influencia de Fausto, a um cargo na ALE-AM, onde faz serviços de cunho pessoal para o deputado.

Alexandre Rabello e Fausto Jr em momento de descontração na ALE-AM Foto: Reprodução / Redes sociais

Assim como a trama de uma rendeira, o entrelaçamento das peças devem estar em perfeita combinação. Segundo o que se especula nos bastidores, Amazonino Mendes deve ser o próximo prefeito de Manaus, para que consequentemente, o grupo assuma suas posições. Fausto Jr na presidência da ALE-AM, Josué Neto como conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) e, Eduardo Braga (DEM)como governador do estado, nas próximas eleições. Para que isso aconteça, a máquina pública trabalhará a todo o vapor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui